Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre o uso de cookies.

A animação manteve-se constante durante todo o fim-de-semana no Circuito Internacional de Montalegre, onde o Clube Automóvel de Vila Real realizou a quinta jornada do PTRX 2020. Andreia Sousa, em Peugeot 306 da categoria Nacional 2RM, foi a primeira virtual campeã de 2020.

O Circuito Internacional de Montalegre recebe este fim de semana a penúltima prova do PTRX -  Campeonato de Portugal de Ralicross, Kartcross e Super Buggy 2020. A jornada promovida pelo Clube Automóvel de Vila Real reuniu cerca de seis dezenas de pilotos. Apesar de estarmos na recta final do Campeonato ainda nada está definido e há vários candidatos na discussão dos títulos.

O Clube Automóvel de Vila Real vai realizar a penúltima prova do PTRX 2020, que com 66 inscritos promete tornar o Circuito Internacional de Montalegre num palco de grande espectáculo.

O Clube Automóvel de Vila Real vai realizar a quinta jornada do PTRX 2020, que com o Campeonato a terminar e os títulos perto de ficarem decididos, promete animação com fartura e novidades, com o destaque a ir para o Kartcross.

O Circuito do Alto do Roçário foi o local escolhido para ser instalado o Posto de Comando do combate ao fogo que deflagrou em Oliveira de Frades na segunda-feira e grassou na região.

O Parque de Concorrentes, o Parque Fechado, a pista e a Torre da Recta da Meta, encheram-se novamente de viaturas, mas desta feita não eram carros de competição. A pista de Sever do Vouga, onde vai ser disputada a última jornada do PTRX 2020, transformou-se no epicentro do combate e por isso durante os últimos dias os carros de combate ao fogo, autoridades e órgãos de comunicação social, tomaram conta das instalações do Circuito do Alto do Roçário.

“Sempre estivemos, estamos e estaremos disponíveis para colaborar no que for necessário e, dessa forma, disponibilizamos o que temos, em estreita colaboração com a Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC), Câmaras Municipais, Bombeiros, GNR e Juntas de Freguesia, para que as instalações e infra estruturas do Circuito sejam utilizadas como centro de comando, pois a função de responsabilidade social é uma obrigação de todos, mas também dos Clubes, Associações e das Instituições de Utilidade Pública como é o Vouga Sport Clube”. Afirmou o Presidente do clube, Paulo Tavares.

Com o fogo controlado, os meios ainda se mantêm no terreno, pois é necessário manter as operações de controlo e rescaldo.