Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre o uso de cookies.

Ralicross Montalegre 1 - Sábado

O Circuito Internacional de Montalegre, recebe este fim de semana a quinta prova, do PTRX 2019, Campeonato de Portugal de Ralicross, Kartcross e Super Buggy. Promovida pelo Clube Automóvel de Vila Real, a jornada transmontana, que assinala a entrada na segunda metade do campeonato e apresenta uma lista de meia centena de pilotos na grelha.

Breves

A estreia mais esperada

José Lameiro estreia na pista do Barroso o Skoda Fabia Supercar. Segundo o piloto de Aveiro:

“É um projecto “made in Portugal” todo feito pela Simpa Racing, com base numa carroçaria Skoda R5, foi montado um motor com bloco Audi com dois mil de cilindrada, turbo, “fresh air”… muita tecnologia, foi investido muito trabalho, foram basicamente seis meses e meio de trabalho intensivo e estamos aqui para a primeira corrida com o espírito de testar, de rodar e ao mesmo tempo de tentar perceber como o carro se comporta.”

O novo Skoda Fabia Supercar vem enriquecer o parque automóvel nacional e“espero que seja uma mais-valia para a categoria Supercar e que isto seja um apelo a outros pilotos para que alinhem. Esta é uma categoria verdadeiramente fantástica e merece muitos mais carros nas corridas.”Rematou o piloto da Rialto e Diatosta.

PTRX MONTALEGRE 11 José Lameiro (Skoda Fabia Supercar)

Gonçalo Novo de Peugeot

Gonçalo Novo alinhou na Iniciação com o Peugeot 106, com que o seu primo João Novo normalmente participa na Nacional 2RM.

Há cerca de duas semanas, João sofreu uma queda de moto e partiu o braço direito, o que o vai colocar fora das pistas, pelo menos até Setembro e isso impede-o de defender a liderança no Campeonato.

Andreia Sousa, antes da prova de Montalegre, está apenas a três pontos de João Novo e por isso basta-lhe pontuar, para ficar na frente.

João Novo, pelo seu lado, confessa-se“roído por não poder participar”e entretanto o primo vai-se divertindo enquanto não tem que regressar ao Toyota Starlet… o que acontecerá só lá mais para meados de Setembro.

PTRX MONTALEGRE 5 Gonçalo Novo (Peugeot 106)

Corridas de qualficação

Iniciação

Gonçalo Novo e Rodrigo Correia dividiram o protagonismo do primeiro dia de corridas. Com cada um a vencer um embate. Porém, para amanhã a vantagem está do lado de Novo, mesmo com uma penalização de 10 segundos, na segunda corrida. Na última corrida do dia Gonçalo Macedo não teve o VW Polo colaborante, viu os concorrentes da frente distanciarem-se e apenas "lutou" para conseguir levar o carro até ao final.

GNovo Gonçalo Novo (VW Polo)

Nacional 2 RM

No final do primeiro dia de prova o BMW E30 de Paulo Sousa não deu hipóteses à concorrência, vencendo de forma destacada as duas primeira corridas da categoria. Relativamente ao segundo e terceiro lugares, os protagonistas foram os mesmos, Adão Pinto (Opel Astra) e Luís Carvalho (Peugeot 205), que por esta ordem completaram o pódio de sábado.

PTRX MONTALEGRE 8 Paulo Sousa (BMW E30)

Supercar

Com Joaquim Santos ausente na primeira corrida, ainda a solucionar o problema de transmissão no Focus, José Lameiro pode rodar um pouco mais tranquilo. José Rodrigues, melhor na Divisão 2, não esteve na mesma “guerra”, à geral, que o piloto de estreante Skoda Fabia. Na segunda ida para a pista, Joaquim Santos regressou e levou a melhor sobre Lameira. Contudo, na soma do dia, a vantagem foi para o piloto de Aveiro.

PTRX MONTALEGRE 10 José Lameiro (Skoda Fabia Supercar)

Super Nacional A 1.6

Pedro Tiago (Citroën Saxo), não teve a vida facilitada numa das mais competitivas categorias desta jornada transmontana, mas saiu “ileso” e no comando das operações para amanhã. Américo Sousa, com uma prestação, também, muito regular fechou o dia no segundo posto. Por seu lado, Leonel Sampaio, com um trabalho crescente durante este primeiro dia reclamou a terceira posição.

PTRX MONTALEGRE 9 Pedro Tiago (Citroen Saxo)

Kartcross

Jorge Gonzaga (ASK EVO 18) terminou o dia, na mesma posição com que chegou a Montalegre, isto é, no comando. Mesmo assim, Rui Nunes, tal como demonstrou nos treinos nunca lhe deu muito espaço de manobra, assegurnado o segundo posto a apenas 1,9s de Gonzaga. Pedro Rosário (Semog Bravo) fechou o pódio do dia, enquanto Alexandre Borges e Pedro Rabaço, por esta ordem, completaram o “top five”.

PTRX MONTALEGRE 6 Jorge Gonzaga (ASK EVO 18)

Super 1600

João Ribeiro (Citroen Saxo S1600) somou e seguiu. Venceu por duas vezes e conseguiu pontos preciosos para encarar mais à vontade as duas corridas de qualificação de Domingo.

Rogério Sousa (Ford Fiesta S1600), que já tinha dado nas vistas nos treinos, assumiu-se como a principal oposição.

Nuno Araújo (Skoda Fábia S1600) “escapou por entre os pingos da chuva” e seguiu para o terceiro lugar.

Daí para baixo, as coisas eram mais complicadas:

Sérgio Dias foi segundo na corrida inicial, mas na seguinte foi sétimo. André Sousa começou mal, tendo sido apanhado numa molhada logo na curva um, mas na segunda corrida emendou a mão. O certo é que os 13 pontos da corrida inicial comprometeram o resultado.

PTRX MONTALEGRE 4 João Ribeiro (Citroen Saxo S1600)

Super Buggy

Nelson Barata (Toniauto Power UB) manteve a hegemonia na corrida de qualificação. Tal como nos cronometrados, também aqui foi Arménio Rodrigues (GRT MXG) quem fez oposição, numa corrida quase disputada em ritmo de eliminação, com Mauro Reis (HSport TT) e Ricardo Faria (Atmos Strong) a ficarem de fora, devido a problemas mecânicos.

PTRX MONTALEGRE 7 Nelson Barata (Toniauto Power UB)

Treinos Cronometrados

Iniciação

Entre os “iniciados” Rodrigo Correia (Peugeot 205) comandou o trio de jovens promessas do Ralicross, com um tempo de 00:47.3s. Gonçalo Novo (Peugeot ) ficou a apenas 00:00.6s do tempo de referência, seguido pelo VW Polo de Gonçalo Macedo, a 00:01.06s.

Nacional 2 RM

Com João Novo, o líder do campeonato ausente vítima de uma lesão, o melhor crono nas duas rodas motrizes foi conseguido por Paulo Sousa em BMW E30, com um tempo de 00:46.16s. Adão Pinto foi segundo e Luís Carvalho terceiro.

Super Cars

José Lameiro estreou da melhor forma o Skoda Fabia, assinou um crono de 00:43.9s. Jorge Rodrigues, com Subaru Impreza 2.0 WRX 4WD conseguiu o segundo melhor tempo em Absoluto, 00:52.7s e primeiro na Divisão 2. Joaquim Santos com problemas de transmissão no Ford Focus não concluiu a sessão de qualificação.

Super Nacional A 1.6

Pedro Tiago (Citroën Saxo), Tiago Ferreira (Peugeot 106) e Américo Sousa(Citroën Saxo), que por esta ordem comandam o campeonato, concluiram, igualmente, a sessão de qualificação nas mesmas posições. Numa categoria disputada à miléssima, uma vez que os cinco primeiros rodaram todos dentro do mesmo segundo (00.45s)

Super 1600

Nesta classe, os quatro primeiros qualificados, conseguiram todos parar o cronómetro dentro do 00:43s, o que demostra o nível competitivo desta categoria e deixa antever um fim de semana “quente”. Rogério Sousa (Ford Fiesta) comandou as operações, seguido de João Ribeiro (Citroën Saxo), a apenas 98 miléssimas. André Sousa (Peugeot 207) foi terceiro. Hélder Ribeiro, que chegou a Montalegre no terceiro lugar do campeonato mas viu o motor do Citroen C2 S1600 ceder ainda durante a sessão de treinos livres, comprometendo o resto da jornada.

Kartcross

O ritmo apresentado durante a sessão de treinos cronometrados, com os seis primeiros da grelha a rodarem dentro do 00:41s, dá o mote para uma jornada animada. Rui Nunes em Semog Bravo dominou a sessão de treinos cronometrados, com um crono de 00:41.5s. Jorge Gonzaga (ASK EVO18), campeão em título e atual líder do campeonato assinou o segundo melhor tempo, mas a apenas 00:02s. Alexandre Borges foi terceiro com um total de 00:41,4s. Nuno Bessa, por avaria mecânica não conclui a sessão de treinos cronometrados.

Super Buggy

Nélson Barata dominou os treinos cronometrados. O piloto do buggy Toniauto PowerUB assinou o melhor tempo, 00:42.58s. Com Ricardo Faria e Mauro Reis fora da sessão de qualificação, o segundo tempo foi assegurado por Arménio Rodrigues (GRT MXG), a 00:02s do líder.